quinta-feira, 13 de junho de 2019

É melhor compensar um dia de greve do que 10 anos a mais de trabalho.

Dia 14 é Greve Geral contra a reforma da previdência. Então, colegas, como este é o momento crucial de luta, precisamos de todas e todos nas ruas nesta sexta-feira. Seguem algumas questões que foram colocadas ao Sindicato esta semana:
- Estágios probatórios tem todo direito à manifestação, sem reprimendas e sem prejuízo nas avaliações de estágio.
- A obrigação de comunicação de greve é do Sindicato, o que já foi feito antes do previsto legalmente, que é de 48 horas. Por uma questão de organização, os professores podem avisar suas equipes diretivas, entretanto, não há tempo mínimo para tal. Pode ser avisado a qualquer tempo.
- A compensação destes dias, por uma questão legal, deve ocorrer, entretanto deve ser de forma tranquila, combinada e não imposta. Da mesma forma, ao mesmo tempo que a escola deve proporcionar o dia de compensação, não pode determinar critérios para validação do dia letivo. De acordo com Parecer 04/2017 do Conselho Estadual de Educação, a escola deve organizar-se para oportunizar aos alunos a reposição do dia parado em função de greve, mas salienta que não existe normativa que especifique número mínimo de alunos para tornar válido o dia letivo.
Vamos à luta pelos nossos direitos!